Cidade de Lagos

Na cidade de Lagos poderá explorar com o auxílio da bicicleta a riqueza histórica presente nesta região, que foi muito importante para Portugal na época dos Descobrimentos, daqui sairam as primeiras Naus que foram à procura do caminho marítimo para a Índia.
Para esta zona do Algarve temos à sua disposição duas rotas:
a relativa à zona histórica da cidade, onde pode explorar esta vertente ou ainda, a zona maritima onde usufruir das vistas fantásticas e aproveitar as praias da região é imperativo!

Pegue na bicicleta e explore todo o Algarve!!







Mapas


Ver Lagos num mapa maior

Transferir ficheiro para GPS como: Percurso

Rota


Aqui está o mapa de Lagos para impressão


Pontos de Interesse

Vistas da muralha
Disfrute das paisagens magníficas que as muralhas de Lagos lhe proporcionam.









Casa da Água
Este pequeno quiosque com enfeites típicamente Algarvios foi outrora a casa onde a água era vendida à população. Ponto interessante de observar.










Casa da Música Conde de Ferreira
Antiga escola da Música de Lagos










Parque Dr. Judíce Cabral
Auditório ao Ar Livre onde ocorrem vários eventos









Igreja de Nossa Senhora do Carmo
Convento construído em 1554 para as Carmelitas Calçadas no local onde estaria fixada desde 1463 a Ermida de Nossa Senhora da Conceição. Do terramoto de 1755 sobreviveu a igreja, de uma só nave, abobadada, entrada travessa, com capela-mor rectangular rematada por cúpula com lanternim, na qual ainda existe uma janela gradeada de onde as freiras assistiam aos ofícios divinos.



Local da Igreja de Santa Maria da Graça
Foi neste local que existiu a Igreja de Nossa Senhora da Graça, que foi destruida pelo terramoto de 1755. Foi aqui que o Infante D. Henrique ficou sepultado antes de os seus restos mortais serem tresladados para o Mosteiro da Batalha.





Miradouro e Estátua de S. Gonçalo de Lagos
Local com uma paisagem lindíssima onde pode ver o mar, o forte de Sagres e parte da cidade enquanto ouve o som das aves.
S. Gonçalo de Lagos é o santo a quem os pescadores do Algarve costumam evocar por protecção.





Forte de Lagos ou Forte da Ponta da Bandeira
O forte, de tipo marítimo, apresenta planta quadrangular e, em cada um dos vértices foram erguidas, por volta de 1960, guaritas cilíndricas.

O acesso ao interior dá-se através de uma ponte levadiça e do portão de armas, em cantaria.
No seu interior existe uma capela, forrada interiormente por azulejos
Actualmente o seu interior contém uma Galeria de Arte.



Estátua do Infante D. Henrique
Infante Dom Henrique, Duque de Viseu, (1394 - 1460) foi um príncipe português e a mais importante figura do início da era das Descobertas, também conhecido na História como Infante de Sagres ou Navegador. Nascido em 1394 no Porto, o príncipe D. Henrique foi o quinto filho do Rei D. João I, fundador da Dinastia de Avis e de Dona Filipa de Lencastre.




Mercado dos Escravos
O Mercado dos Escravos encontra-se situado na Rua da Graça, Praça Infante D. Henrique. No século XV, foi utilizado para intercâmbio dos primeiros escravos trazidos de África. Actualmente é utilizado para realizar diferentes exposições temporárias.





Janela Manuelina
Foi nesta janela que onde D. Sebastião terá assistido em 1579 a uma última missa, antes de partir para a Batalha de Alcácer-Quibir.










Igreja de Santa Maria
Em 1498 foi construída a igreja da Misericórdia, à qual foi adossado posteriormente o hospital da mesma casa. Sofreu restauros e ampliações nos sécs. XVI e XVII, acabando por ser instituída igreja paroquial, dedicada a Santa Maria, aquando da destruição pelo terramoto de 1755 do antigo templo da paróquia. Tem fachada simétrica, ladeada por duas torres sineiras que sublinham essa simetria. O interior encontra-se enriquecido com uma retabulística da 2ª metade do séc. XVIII e uma cobertura de madeira profusamente trabalhada. A porta travessa é renascentista.

Igreja de Sto. António

Provavelmente edificada sob o reinado de D. João V, foi construída para servir de local de culto para os militares de Lagos, pertencendo à administração militar. Danificada no Sismo de 1755, foi recuperada em 1769 por ordem de Hugo Beaty, comandante do Regimento de Infantaria de Lagos.

Em princípios do Século XX, a igreja, ainda sobre administração militar, encontrava-se num estado de preservação bastante lastimável, uma vez que infiltrações de água no telhado estavam a danificar a pintura da abóbada, os emadeiramentos do coro e a talha dourada. Devido a problemas de ordem financeira, não se pôde levar a cabo a reparação do edifício. Em 1924, a Igreja foi classificada como Monumento Nacional. Em 1929, deixa de pertencer ao Ministério da Guerra, passando a ser administrado pelo Ministério da Instrução Pública.As reparações, supervisionadas pelo Dr. José Formosinho, iniciaram-se em 1930. A partir desta altura, a Igreja passou a fazer parte do Museu Regional de Lagos. Em 1931, a secção de Arte Sacra do Museu Regional de Lagos foi instalada na sacristia da Igreja.
Actualmente, só presta serviços religiosos uma vez por ano, no dia de seu padroeiro (13 de Junho). A Igreja é parte integrante do Museu Dr. José Formosinho.

Museu Municipal Dr. José Formosinho
Instalado em edifício anexo à Igreja de Santo António, foi fundado em 1932, por iniciativa do seu patrono, Dr. José dos Santos Pimenta Formosinho. Desenvolveu-se através de uma conjugação de esforços, com constantes doações. As escavações arqueológicas realizadas pelo seu fundador, por Abel Viana e Octávio da Veiga Ferreira revelaram-se de extrema importância para o enriquecimento das colecções. Trata-se de testemunhos dos períodos pré e proto-histórico, romano, árabe e português. Na entrada ostenta um pórtico renascentista, originário da Igreja do Compromisso Marítimo, ao qual foi adaptado um portão de ferro executado por artistas locais. O seu vasto espólio encontra-se distribuído pelas secções de Arqueologia, Arte Sacra, História de Lagos, Etnografia do Algarve, Pintura, Numismática, Mineralogia e Etnografia Ultramarina. Possui colecções singulares e peças museográficas únicas em Portugal que, por si só, justificam uma visita. A entrada no Museu faculta o acesso ao interior da Igreja de Santo António, uma autêntica jóia da talha dourada barroca em Portugal. Horário de funcionamento: 09h30 às 12h30

14h00 às 17h00 (todos os dias excepto segundas e feriados).
Condições de acesso
Tarifa normal – 2,00€
Tarifa para Cartão Jovem, Seniores e Grupos com Guia (p/ pessoa) – 1,00€
Entrada Gratuita - crianças até aos 12 anos (inclusive)

Arco de S. Gonçalo
Arco que passa pela muralha com nome dedicado ao Santo da Cidade.







Casas de Azulejo
Local onde pode ver duas casas forradas com azulejo com um aspecto muito diferente do habitual.









Igreja de S. Sebastião e Capela dos Ossos
Edificada no local onde existiu a Ermida da Nossa Senhora da Conceição, foi transformada em igreja no século XV. Sofreu ampliações e reconstruções após o terramoto de 1755. Situa-se numa zona elevada da cidade e possui uma grande torre sineira com relógio.
No interior de tecto alto, três naves estão separadas por colunas dóricas. Possui capelas laterais, uma capela de ossos e um altar em talha dourada, cujo crucifixo se diz ter estado na Batalha de Alcácer-Quibir. Está classificada como Monumento Nacional.


Centro de Ciência Viva
O projecto do Centro Ciência Viva de Lagos é uma iniciativa da Câmara Municipal de Lagos, em resposta ao estímulo lançado pela Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, no sentido de se constituir em todo o território nacional uma Rede de Centros que visa a divulgação científica e tecnológica junto do grande público e a criação de contextos adequados à formação de animadores e professores, ao apoio às escolas, à colaboração entre instituições científicas, empresas, autarquias e instituições educativas, e o desenvolvimento e produção de recursos e conteúdos para a educação formal e não formal.

Casa de Brad Pitt e Angelina Jolie
Aqui poderá ver a casa de um dos casais mais conhecidos de Hollywood

Mercado Municipal
O mercado municipal fica convenientemente situado perto do centro na Avenida dos Descobrimentos, de 4 faixas, ao longo do passeio ribeirinho. O edifício, que foi construído em 1924, foi recentemente restaurado.







Marina e Actividades Náuticas
Na marina poderá desfrutar de um passeio relaxante por entre os luxuosos barcos aqui presentes, e ainda tem acesso a inúmeras atracções náuticas nesta zona.








Caravela Boa Esperança
A caravela Boa Esperança é uma réplica tão aproximada quanto possível de um caravelão (aqui o sufixo é diminutivo) ou caravela quinhentista de dois mastros. Foi construída por especialistas de construção naval em madeira, de acordo com o que se sabe das regras de construção naval daquele tempo, mas tendo em atenção os modernos requesitos de segurança e conforto. Foram usadas diversas madeiras como o pinheiro bravo no forro, borda falsa, sobrequilha e mastros, o carvalho e sobro nas balizas, cambola no convés e tombadilho e eucalipto nas vergas. O acesso ao seu interior está disponível para quem quiser visitar.



Ponta da Piedade

Ninguém pode resistir a um passeio até à Ponta da Piedade, onde um farol construído no local de uma antiga ermida marca o limite entre a terra e o mar.

A seguir ao Parque de Campismo da Trindade, o caminho é sempre em frente, passando por algumas zonas de equipamento turístico. À esquerda, fica a Praia de Dona Ana, recolhida entre as falésias recortadas desta parte deslumbrante da Costa d´Oiro.
Os rochedos esburacados que os pássaros marinhos adoptam como casa, contrastando com o azul esverdeado das águas, dão-lhe um colorido particular e transformam esta praia num local acolhedor, resguardando-a do vento norte que, muitas vezes, vem refrescar Lagos.
A Praia do Camilo vem no seguimento da linha da costa, que pode tomar-se como segunda opção para se chegar ao mesmo destino; junto às falésias, o mar acompanha-nos sempre em intermináveis horizontes azuis.
Por perto, escondem-se pequenas praias. Com acessos por vezes difíceis, são locais da preferência dos nudistas e de quem aprecia especialmente a tranquilidade.

No fim da estrada, a Ponta da Piedade abraça o oceano; uma longa e estreita escadaria leva junto ao mar, onde rochas esculpidas em formas mirabolantes decoram uma pequena enseada.
Os pescadores esperam aqui, nos seus barcos pequenos e garridos, pelos passageiros que desejam visitar as grutas, e vão identificando o nome dos rochedos enquanto procuram entrar nas cavernas luminosas que o mar construiu. Um bom passeio depende sempre da altura da maré...
Quem visitar a Ponta da Piedade não poderá deixar de sentir a intensa luminosidade reflectida no mar que embelezou cuidadosamente este recanto do mundo, fazendo dele um lugar naturalmente privilegiado.

Videos Promocionais

Vistas da Cidade


Fotos de Turistas


Video Promocional






Sem comentários:

Publicar um comentário